Ayrthon Nenê Caetano

Ronda de Tropa

Play

Ronda de tropa
Letra e música:ayrthon nenê caetano
A tropa pastava calma vigiada pelos tropeiros
Num descampado parelho sem nada de anormal
Aguada boa de sanga e um belo luar por paceiro
Os pingos desencilhados povoando o pastiçal

Carneou se um touro gordacho que vinha um tanto abombado
Fez se um fogo pro assado e churrasquearam a reviría
O mate de sobremesa foi servido em seguida
E a peonada entretida dele causo e galhardia

Aos pouquito a tropa inteira foi deitando em rodeio
Quando o capataz no meio da peonada ordenou
Que se estendessem os pelegos pro descanso merecido
Depois de um dia sofrido nada mais se desejou

No outro dia bem cedo com a boieira a luzir
Novamente a conduzir o gado vão os tropeiros
Rumo ao destino certeiro o matadouro impiedoso
Ouvindo o mugir choroso e o grito dos companheiros