Azevedo Silva

Palavras de Ninguém

Play

Passa o tempo
E eu lamento
A dor que persiste
Quão de frente
É de frente
Não sou
Quem perdeste
Eu já tentei
Não sou ninguém
Eu já tentei
Mas não sou ninguém
Giro em torno
Do teu centro
Será que sou um engano?
Eu já tentei
Mas não sou ninguém
Ah, pois bem
Essa expressão
Diz-me talvez
Já não te vou dar
O amor com que eu nasci
Ah, pois bem
Essa expressão
Diz-me talvez
Já não te vou dar
O amor com que eu nasci