Barizon

O Praça

Play

Será que é justo
Um garoto com 17 anos
Partir para a guerra
E ceifar todos os seus planos?!!

Foi convocado
Contra sua vontade
Levado pra outro lugar
Longe de sua cidade

Já num navio
A caminho da Europa
O menino virou soldado
E juntou-se a toda a tropa

Bombas caindo
Sangue pelo chão
E o garoto já soldado
Em meio a confusão

Se sentia andando
No fio da navalha
Juventude perdida
No campo de batalha

Não tinha idade
Para fumar nem beber
Mas tinha a missão
De matar e não morrer

Ontem era
O garoto que entregava o pão
Hoje se tornou
O soldado, Mártir Eslabão!

Lutou em Fornovo
Bateu em Colvechio
Chutou em Montese
Morreu em Monte Castelo