Daniel Malker

Blue Baby

Play

Me leva Blue Baby
Me leva nesse azul
Me leva nu, baby
Nos teus olhos

As ruas, as pessoas
As luas e as vaidades
A vida passa á toa
Grito pela cidade

O mundo sem você
É como ser ator
Representar feliz
Mesmo sentindo toda dor

E agora me apareces
Com olhos de quem me adora
Respiro pra não morrer
Me leve bem agora

Faço promessas curtas
Finjo querer só curtir
Invento mil desculpas
Mas não consigo resistir

Um dia desaparece
No outro ano volta
Mexe onde não deve
Também não se importa

Talvez seja isso que me faz
Voltar atrás
Porque não há mais nada à perder
Quando o azul do olhar parece o céu
A gente esquece o medo e deixa acontecer
A gente esquece e quer pagar pra ver